Cycle Chic

No post anterior, onde a Aline fala um pouco da história dela com a bicicleta e de onde ela começou a buscar referência para se vestir na hora de usar a bike como transporte, ela cita o Cycle Chic. Você já deve ter ouvido essa expressão por ai, mas sabe de onde veio?
O termo Cycle Chic surgiu em Copenhague na Dinamarca, uma das cidades mais bem adaptadas ao ciclismo, e foi usada pelo fotografo Mikael Colville-Andersen quando criou seu blog em 2007 com retratos de pessoas estilosas, especialmente mulheres, com suas bicicletas no dia a dia, o  Copenhagen Cycle Chic.

Quadro Cycle Chic 1

No fim das contas, Cycle Chic virou sinônimo de algo que já existe desde que a bicicleta foi inventada em 1880: pessoas comuns, sem aparatos especiais, em cima de bicicletas. O próprio Mikael Colville-Andersen disse certa vez em entrevista para o jornal britânico The Guardian que seu objetivo é fazer com que as pessoas olhem a bicicleta como transporte cotidiano e não apenas como esporte ou hobby. Ele defende a ideia de que você não precisa mudar o jeito de se vestir em razão do meio de transporte que usa, pode chegar bem vestido ao destino como se tivesse usado táxi, carro ou ônibus.

Quadro Cycle Chic 2

Muita gente sabe que na Europa essa prática é muito comum, são diversas as cidades em que a bicicleta é um meio de transporte bem popular. Além de Copenhague tem Amsterdã, Londres, Paris… E com certeza você deve estar pensando que é só lá que funciona.
Por enquanto, infelizmente, no Brasil é mais complicado. Além da questão da cultura do brasileiro supervalorizar o carro, o governo incentiva cada vez mais a compra deles, havendo cada vez mais carros nas rodovias, quando estas já não suportam mais tanto tráfego. Ainda tem a questão da educação do motorista brasileiro, que muitas vezes mal conhece as leis do código de trânsito, provocando muitos acidentes que poderiam ser facilmente evitados
Mas isso pode e deve mudar! Só que somos nós que precisamos mostrar para as autoridades do que nossas cidades precisam. É necessário mais infraestrutura, incentivo e educação. Cobrar deles ações que melhorem a qualidade de vida da população no quesito mobilidade, assim como campanhas de conscientização dos motoristas. Sabemos que a bicicleta não é a única solução para os problemas atuais de mobilidade urbana, mas pode ser boa parte dela!
E quanto mais pessoas aderirem a bicicleta como meio de transporte e reivindicarem seus direitos, mais pressão será feita sobre o poder público e mais rápido as mudanças vão começar a acontecer. As cidades precisam ser repensadas para as pessoas, pois com certeza, dentro de um carro em um engarrafamento não é a melhor maneira de viver o que sua cidade tem a oferecer.
Então coloque uma roupa bacana que você goste de usar, que se sinta confortável e experimente ir ao mercado. Eu lembro que fazia isso com muita frequência quando era criança. Sempre que minha mãe pedia para ir comprar alguma coisa, eu ia de bike… era tão fácil, tão bom… porque hoje tiramos o carro da garagem para tudo?!

 

Fontes de pesquisa: www.revistabicicleta.com,  www.euvoudebike.com

One thought on “Cycle Chic

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *