Medo de pedalar – perca o seu!

O que impede mais pessoas de usarem a bicicleta? O medo de pedalar.

Infelizmente, é o medo que paralisa as pessoas. Sabemos que isto acontece em muitos momentos da vida, o medo nos impede de fazer algo novo, algo diferente do que todo mundo faz. “Se todo mundo prefere usar o carro, que na teoria, é mais seguro, porque eu me arriscaria indo de bicicleta? Ter que descobrir novas rotas, usar outras roupas e correr o risco de ser atropelado? Eu não”. Não é este o primeiro pensamento?
Eu, Michelle, também tenho medo de pedalar. Eu tenho medo de cair e me machucar, tenho medo de ser atropelada, tenho medo de ser assaltada, tenho medo de ser assediada, tenho medo de ser estuprada, tenho medo de furar um pneu e não ter um seguro para chamar, tenho medo de prender minha bike na rua para ir ao mercado e quando voltar não ver nem sombra dela, enfim… são muitos medos. Porém, tento diariamente, não deixar com que esses medos me parem. Até porque, se ficarmos refém deles, não fazemos mais nada, nos trancamos em casa e pronto. E desde que fizemos este blog, foram muitos medos superados, e outros deixados do lado de dentro da porta quando saio de casa.
A falta de estrutura ciclística nas cidades e o incentivo cada vez maior do governo ao consumo de automóveis, são dois grandes responsáveis pela insegurança que aflige os ciclistas e também a quem gostaria de se tornar um. Com um trânsito cada vez mais violento é óbvio que as pessoas evitem outras alternativas de transporte, infelizmente.

Aliada à essas duas razões citadas anteriormente, temos a falta de educação e informação como agravante da situação, tanto da parte dos motoristas, quanto de ciclistas, que muitas vezes desconhecem seus próprios direitos e deveres. Quase todo mundo aprende a andar de bicicleta quando criança. Comigo foi assim e aprendi a sempre que possível andar pela calçada, na contra mão e longe dos carros pra garantir minha segurança, certo? Errado! Tem muita coisa sobre andar de bicicleta que aprendemos errado e que cada vez mais se faz necessário a orientação correta, dos ciclistas e dos motoristas também. Afinal, os motoristas são grandes responsáveis pela segurança dos ciclistas nas ruas. Existem regras a seguir e formas de se comportar que te ajudam a pedalar de forma mais segura, leia aqui.
Hoje em dia, a bicicleta é vista na maioria das vezes como objeto de lazer, que deve estar fora das ruas, transitando apenas dentro de parques e nas míseras ciclovias que nos são destinadas.  Mais uma vez, é falta de informação e má educação que tivemos que nos faz pensar assim. Existem várias cidades no mundo, como Copenhagen, Paris, que já enxergaram que o carro não é a solução mais inteligente para os grandes centros, eles poluem o meio ambiente, causam acidentes muitas vezes fatais, deixam a cidade congestionada, as pessoas ficam estressadas, além de perderem muito tempo de suas vidas dentro dos carros.
Como a gente estima que a mudança vem a passos de formigas, tentamos fazer nossa parte ajudando quem quer mudar de estilo de vida com este blog, escrevendo sobre nossas experiências nas ruas e transformando-as em dicas para quem quer usar mais sua magrela.
Dica número 1 para perder o medo de pedalar: aprenda a pedalar! Simples né? rs… Como falamos anteriormente, saber se comportar nas ruas pode salvar sua vida. E para quem tem muito medo, ou ainda nem sabe andar de bicicleta, uma opção muito legal é o projeto Bike Anjo. Este lindo projeto é mantido por voluntários que ensinam pessoas a pedalar, e sim, ensinam desde o princípio a crianças e também adultos. Ensinam você a se comportar nas ruas, manutenção básica, trocar pneu, etc. Uma coisa muito legal que acontece dentro do projeto é auxiliar pessoas que querem usar a bike como transporte e não sabem como. Além de ensinar como se comportar no trânsito, eles acompanham individualmente a pessoa, ajudam a escolher o melhor trajeto, qual bike seria mais indicada e muito mais… O Bike Anjo está presente em várias cidades do Brasil, acesse o site e descubra como chamar um Bike Anjo. Assista também o vídeo e conheça mais do projeto:

Outra dica legal para perder o medo de pedalar é buscar grupos de pedal. Além da segurança de estar entre mais ciclistas, o que facilita a visualização pelo motorista evitando acidentes, existe uma troca muito grande de experiência, que vai desde cuidados com a bike,  indicação de bons trajetos e enormes chances de se fazer novos amigos! Leia mais aqui.

Pedalar é sempre somar, quem pedala só tem a ganhar: ganha amigos, ganha saúde, ganha tempo, ganha experiência e histórias para contar… ninguém perde por usar a bicicleta. Vença seu medo e comece hoje mesmo a pedalar, você vai se surpreender.

3 thoughts on “Medo de pedalar – perca o seu!

  1. Pingback: Oficina de Estilo
  2. Nunca aprendi a andar de bike e só depois de velha (com 26 anos) é que aprendi, mas só andei umas 3 vezes até agora.
    Eu trabalho do lado de casa e vou a pé, são 10 minutos de caminhada. Porém, em janeiro vamos mudar de escritório e será 2km de distância de casa. Dá para ir a pé, porém de bike vai ser muito mais rápido e meu namorado está insistindo MUITO para que eu vá de bike… O problema é que moro em São Paulo e já estou morrendo de medo de ter que pegar trânsito de bike, sendo que nem sei andar em linha reta direito =(
    Enfim, obrigada pelo post!
    :*

    • Oi Rebecca!!

      Que bom que gostou e está se encorajando para pedalar mais! Uhull!!

      Se podemos te dar um conselho, vá experimentando aos poucos… Pedale mais e mais vezes nos fins de semana, em locais com menos movimento de carros, mas que faça com que você vá adquirindo segurança. Depois, vá mudando para trechos mais movimentados. Andar no trânsito de bike, exige um pouco de experiência para que você se sinta segura e saiba lidar com as situações que podem aparecer durante o trajeto, mesmo que por 2km.
      Depois que você adquirir mais segurança, verá que é muito prático e libertador!!

      Dê uma olhada também nesses posts:

      – 12 Regras para Pedalar de Forma Segura

      5 Sinais de Intenções para Ciclistas

      E não desista! Apenas vá com calma.

      Beijos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *